O que faz um analista de redes sociais

A velocidade com que as informações se propagam atualmente é surpreendente, fato explicado pela alta portabilidade e digitalização das relações entre as pessoas. Empresas de grande porte se veem "vítimas" desse fluxo de informações, que muitas vezes podem acarretar em grandes perdas financeiras. Para analisar, antever e até mesmo utilizar esse fluxo de forma favorável às empresas é que há alguns anos surgiu no mercado uma nova profissão: o analista de redes sociais.

O que faz o analista de redes sociais?

A profissão de analista de redes sociais está longe de ser um trabalho fácil, apesar de prazeroso. Segundo a analista Camila Pires, este profissioanl é responsável pela imagem da marca na internet, planejando, identificando o perfil do público, problemas e também fidelizando clientes.

Qual o seu perfil?

O analista de redes sociais deve ser criativo, estar antenado com todas as novidades do mercado, ter uma ótima redação, ser paciente e, claro, analítico. Não basta apenas postar uma foto "engraçadinha", é preciso elaborar uma estratégia de comunicação e trabalhar com diversas métricas criteriosas.

Existe uma formação especifica para esta profissão?

No inicio não havia uma qualificação especifica e não raramente encontramos no segmento profissional com formação em alguma área de comunicação, mas, hoje em dia, as empresas têm contado com uma série de profissionais que juntos, trabalham uma única marca. Agora, com a crescente expansão do segmento aliado ao impacto que as redes sociais acarretam às empresas é que os primeiros cursos de analistas de redes sociais começam a ser ministrados.

"Há cerca de um ano, a profissão não era muito valorizada e era chamada de "profissão do presente". Com novas redes sociais e crescimento delas, empresas foram sentindo necessidade de estarem inseridas neste ambiente e começaram a contratar profissionais para representá-las na internet", aponta Camila. "Com isto, a profissão começou a garantir seu espaço e fazer parte do departamento de comunicação das organizações. Hoje, este profissional não tem um papel apenas operacional, mas um papel extremamente estratégico e participante da comunicação e do marketing das empresas. Os chamados "insights", muitas vezes, saem de um trabalho nas redes sociais", destaca.


Qualificações mínimas

O profissional interessado deve ter conhecimentos em- técnicas de RP 2.0, técnicas que auxiliam na construção de marcas na web.- SEO, técnica que consiste em aperfeiçoar o seu conteúdo perante os mecanismos de busca.- Photoshop.- Técnicas de vendas.


Onde estudar
Centro Universitário Belas Artes de São PauloCurso: Comunicação, Redes Sociais e Opinião PúblicaInvestimento: 20 parcelas de R$ 1.197,80.Garantia: Curso reconhecido pelo MEC.


ESPM
Curso: MBA Marketing Digital.
Investimento: 33.185,11 que podem ser parcelados em até 23x segundo o manual do curso.
Garantia: Curso reconhecido pelo MEC.




Fundação Getulio VargasCurso: MBA EM MARKETING DIGITALInvestimento: até 25 parcelas de 1.385,00(caso sua matricula seja realizado após o dia 01/07.Garantia: Curso reconhecido pelo MEC.

Impacta
Curso: Curso Mídias Sociais na Prática.
Investimento: 1.038,00 que pode ser parcelado em até 6x.
Garantia: Conta com diversos cursos e seus cursos superiores são reconhecidos pelo MEC.


Via br.yahoo.com

Twitter: @blog_tsn

Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »